O mês de março foi marcado pela volta às compras dos investidores estrangeiros no segmento Bovespa da B3.

Investing.com

02/04/2019

No período, o saldo foi positivo em R$ 2,346 bilhões, resultado de compras de R$ 142,579 bilhões e vendas de R$ 140,232 bilhões. Em fevereiro, o saldo foi negativo de R$ 2,613 bilhões e, no ano é positivo em R$ 1,252 bilhão.

Por outro lado, o mês foi fortemente negativo para os investimentos institucionais, com diminuição na posição comprada em R$ 3,058 bilhões. No período, as aquisições foram de 91,571 bilhões e as alienações de R$ 94,630 bilhões. Com isso, em 2019 o resultado ainda é positivo em R$ 1,172 bilhão.

Já entre os investidores individuais em pessoa física, março foi marcado por aumento na posição comprada de R$ 1,4 bilhão, com as entradas no período de R$ 56,964 bilhões e as saídas de R$ 55,563 bilhões. Dessa forma, o resultado acumulado de 2019 é de R$ 2,541 bilhões.

No caso dos investimentos de empresas públicas e privadas, houve diminuição da posição comprada no mês em R$ 218,655 milhões, reflexo de compras de R$ 1,405 bilhão e vendas de R$ 1,624 bilhão. Dessa forma, no acumulado do ano, esse tipo de investidor já tirou R$ 4,517 bilhões da bolsa.

Por fim, as instituições financeiras encerram março tirando R$ 475,333 milhões da bolsa, reflexo de compras de R$ 14,815 bilhões e vendas de R$ 15,291 bilhões no decorrer do mês. Assim, nos três primeiros meses do ano, o saldo é negativo em R$ 416,380 milhões.

Investidor estrangeiro ingressou com R$ 2,34 bi na bolsa brasileira em março