O Ibovespa fechou em alta no último pregão de Maio, (29/05), encerrando uma semana bastante positiva, com ganho acumulado de 6,36%. Assim, o principal índice da Bolsa brasileira fechou o mês de maio no azul, com um avanço de 8,57%, o maior para um mês de maio desde 2009, quando o índice subiu 12,49%, segundo levantamento da Economatica.

Finalizando o mês de Maio, também de forma bem positiva, o Fundo de Investimentos em Ações Amaril Franklin, entrega a seus cotistas, valorização de 8,59% no período, o desempenho do Fundo no último mês foi parecido com o retorno do Índice Bovespa, conforme reação do mercado aos principais fatos e acontecimentos apresentados ao longo desta carta.
Analistas apontaram como os principais drivers do otimismo na Bolsa em maio a correção de parte da queda de 45% do principal índice da B3 do topo de 12 de fevereiro ao ponto mais baixo deste ano em 23 de março, dia em que o Ibovespa fechou cotado em 63.569 pontos.

Além disso, alguns participantes do mercado ressaltaram que a injeção de dinheiro por parte dos principais bancos centrais do mundo, trouxe bastante liquidez, ao despejarem US$ 14 trilhões nos sistemas financeiros globais para estimular a economia. Boa parte desse capital acabou indo para as bolsas.

Outro fator de alívio para o mercado foi a redução momentânea nas tensões políticas após o vídeo da reunião ministerial de 22 de abril se mostrar menos prejudicial ao presidente Jair Bolsonaro do que se antecipava.

A divulgação da gravação se deu ao mesmo tempo em que o governo acenava com uma pacificação das relações com o Congresso, que já se estremeceram novamente por conta das ameaças de Bolsonaro e seus aliados ao Supremo Tribunal Federal (STF) depois de operação da Polícia Federal que teve como alvos apoiadores do presidente da República.

Conheça os nossos produtos!