Reuters – 02/10/2019

As exportações de carne bovina do Brasil acumularam alta de 9,2% nos nove primeiros meses de 2019 em comparação com igual período do ano passado, somando embarques de 1,2 milhão de toneladas, informou nesta quarta-feira a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec).

Segundo a Abiec, o faturamento com as vendas da proteína entre janeiro e setembro de 2019 atingiu 4,9 bilhões de dólares, avanço de 4,6% na comparação anual.

Apesar do avanço no acumulado do ano, em setembro isoladamente os embarques recuaram 18,6% em relação ao mesmo mês de 2018, para 145 mil toneladas, acrescentou a Abiec. As receitas caíram 12,8% no período, a 609,4 milhões de dólares.

“Acreditamos que o ritmo das exportações está compatível com as expectativas do mercado”, disse em nota o presidente da Abiec, Antônio Jorge Camardelli.

Entre os principais destinos, o destaque continua sendo a China, que importou 253 mil toneladas de carne bovina brasileira entre janeiro e setembro, alta de 11,2%, disse a entidade.

Afetada por um surto de peste suína africana, que há um ano abala sua criação de porcos, a China elevou o volume de suas importações de carnes, buscando inclusive proteínas alternativas à carne de porcos.