Expectativa dos economistas era de alta de 0,6% na base de comparação mensal

Por Equipe InfoMoney

10/03/2020

SÃO PAULO – Em janeiro de 2020, a produção industrial avançou 0,9% frente a dezembro de 2019 (série com ajuste sazonal), interrompendo dois meses de taxas negativas consecutivas, que acumularam recuo de 2,4%, segundo dados apresentados pelo Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE) nesta terça-feira (10).

A expectativa de economistas consultados pela Bloomberg era de variação positiva de 0,6% na base de comparação mensal.

Em relação a janeiro de 2019 (série sem ajuste sazonal), a indústria caiu 0,9%, após também assinalar perdas em novembro (-1,7%) e dezembro (-1,2%) de 2019. No acumulado em 12 meses, a atividade industrial recuou 1,0%.

Na expansão de 0,9% da atividade industrial na passagem de dezembro de 2019 para janeiro de 2020, houve altas em três das quatro grandes categorias econômicas e 17 dos 26 ramos pesquisados.

Entre as atividades, as influências positivas mais importantes foram de máquinas e equipamentos (11,5%), veículos automotores, reboques e carrocerias (4,0%), metalurgia (6,1%), produtos alimentícios (1,6%) e coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (2,3%).

Com exceção da última atividade, que teve seu terceiro resultado positivo consecutivo e acumulou alta de 8,8% nesse período, as demais haviam recuado no mês anterior: -9,1%, -5,0%, -2,1% e -0,5%, respectivamente.

Conheça os nossos produtos!