Por Juliano Passaro

30/03/2020

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse, no último domingo (29), que estenderá o isolamento social até o dia 30 de abril. O objetivo é minimizar a disseminação do coronavírus, que terá seu pico no país em duas semanas, de acordo com o mandatário norte-americano. A data anterior para o fim da quarentena nos EUA era o dia 12 de abril.

“Estenderemos nossas diretrizes para 30 de abril, para diminuir a disseminação. Na terça-feira, finalizaremos esses planos e forneceremos um resumo de nossas descobertas, apoiando dados e estratégias para o povo americano”, afirmou Trump durante coletiva de imprensa.

O presidente norte-americano estava indo na contramão dessa medida há alguns dias. No último sábado (28), Trump chegou a dizer que não seria necessária uma quarentena nas cidades de Nova York, New Jersey e Connecticut. Na mesma semana, no dia 24 de março, o mandatário chegou a dizer que os EUA já iriam retomar as atividades aos poucos no país.

“Nossa meta é afrouxar as diretrizes e abrir grandes partes do país enquanto nos aproximamos do final desta histórica batalha contra o inimigo invisível. Estamos há um tempo nisso, mas vamos vencer, vamos vencer”, afirmou, na ocasião, o presidente norte-americano. Entretanto, no último domingo, Donald Trump mudou sua maneira de pensar e assegurou que “nada seria pior do que declarar vitória antes que ela fosse conquistada”.

Os Estados Unidos são o país que possui o maior número de casos confirmados de Covid-19. Já são mais 100 mil casos e as mortes já passam de 2 mil, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins.

Donald Trump e discurso sobre possível recessão dos EUA

Trump declarou, no dia 16 de março, que a pandemia do novo coronavírus pode durar meses e levar o país à recessão econômica.

A declaração foi feita em um pronunciamento oficial, durante o briefing diário realizado pela força-tarefa da Casa Branca para combater o avanço do novo vírus. “A pandemia pode acabar em agosto, em julho, ou pode ser mais longa que isso”, afirmou Donald Trump.

Conheça os nossos produtos!