Estoque da dívida pública federal passou de R$ 3,808 trilhões, em janeiro, para R$ 3,873 trilhões no mês passado. Tesouro estima que ela possa chegar a R$ 4,3 trilhões ao fim de 2019.

Por G1 — Brasília

27/03/2019

A dívida pública federal cresceu 1,71% em fevereiro, na comparação com janeiro, informou nesta quarta-feira (27) o Tesouro Nacional.

Em janeiro, o estoque da dívida estava R$ 3,808 trilhões. Ao final de fevereiro, passou para R$ 3,873 trilhões.

A dívida pública é a emitida pelo Tesouro para financiar o déficit orçamentário do governo federal, ou seja, para bancar despesas que ficam acima da arrecadação com impostos e tributos.

A previsão da Secretaria do Tesouro Nacional é que a dívida pública vai continuar crescendo e pode atingir até R$ 4,3 trilhões ao final deste ano.

Quando os pagamentos e recebimentos são realizados em real, é chamada de interna. Quando tais operações financeiras ocorrem em moeda estrangeira, usualmente o dólar norte-americano, a dívida é classificada como externa.

Em fevereiro, o estoque da dívida pública interna cresceu 1,69%, para R$ 3,731 bilhões. Já a dívida externa aumentou 2,24% sobre janeiro, para R$ 141,92 bilhões.