O Ibovespa fechou em queda de 1% no último pregão de julho em meio a leituras contraditórias sobre o discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, após o banco central americano anunciar seu primeiro corte de juros desde 2008. Apesar disso, o índice não apagou a alta mensal, subindo 0,84% em julho.

Após sinalizar que a redução de 0,25 ponto percentual promovida na quarta-feira (31/07) é um “ajuste de ciclo” e não o início de uma mudança na política monetária, o chairman do Federal Reserve voltou atrás e afirmou que nunca disse isso.

Para o mercado, Powell tornou confusa a mensagem da reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês). Esta indefinição, trouxe bastante volatilidade para os negócios em bolsa, e contribuiu para o baixo desempenho do Ibovespa no mês, comparado ao mês de junho.

Indo de encontro ao resultado mensal apresentado pelo mercado, o Fundo de Investimentos em Ações Amaril Franklin, obteve retorno similar ao Ibovespa, com 0,59% de valorização no período.