Intenção é que o UBS seja acionista majoritário da parceria, que vai oferecer serviços no Brasil, Argentina, Chile, Paraguai, Peru e Uruguai

Por Beatriz Cutait

23/09/2019

SÃO PAULO – O Banco do Brasil e o UBS informaram ter assinado um memorando de entendimento com a intenção de estabelecer uma parceria para prestar serviços de banco de investimento e de corretora de valores no segmento institucional no Brasil e em determinados países da América do Sul.

O objetivo é que o UBS seja acionista majoritário (50,01%) da parceria, que seria estabelecida pela contribuição de ativos de ambas as instituições, de acordo com os termos e condições definitivos a serem estabelecidos em Acordo de Associação, ainda em discussão.

Em nota à imprensa, os bancos indicaram que pretendem fornecer conjuntamente serviços no Brasil, Argentina, Chile, Paraguai, Peru e Uruguai por meio de uma parceria que teria acesso a base de relacionamento do BB no país e às estruturas globais de execução e distribuição do UBS.

“BB e UBS entendem que a formação de uma parceria estratégica de longo prazo criaria, na região, uma plataforma relevante de banco de investimentos com cobertura global, que se beneficiaria dos pontos fortes complementares do BB e do UBS. Espera-se que a parceria entregue a seus clientes soluções completas, além de trazer benefícios adicionais aos ‘stakeholders’”, disseram os bancos.

O estabelecimento efetivo da parceria depende da finalização das negociações entre as partes, da formalização de eventuais instrumentos vinculantes, bem como das aprovações internas e de todos os órgãos e instâncias competentes.